fbpx

Saúde mental na pandemia: como manter o autocuidado dentro de casa?

by sambapix

Antes de tudo, sabemos que manter a saúde mental hoje virou o objetivo de todos nós após quase um ano vivendo em uma rotina diferente.

Em nossa última live, recebemos a psicóloga e empreendedora Virgínia Planet, fundadora da House of Feelings, para conversar com a gente sobre o tema.

Como nós também cuidamos dos melhores momentos da vida das pessoas, trouxemos esse assunto para abordar as principais mudanças e adaptações que a pandemia trouxe para a nossa vida e para as nossas casas – e como isso afeta diretamente o nosso bem estar. 

Dessa forma, decidimos compartilhar com vocês os principais tópicos discutidos em uma hora super gostosa de conversa. Aproveitem para refletir sobre eles por aí também!

Pais e filhos compartilhando espaços em casa

Em casa, a convivência dos familiares aumentou. Hoje, é comum ver pais e filhos compartilhando espaços e passando muito mais tempo juntos do que antes.

Nesse sentido, a Virgínia sugeriu uma conversa sobre limites para que nem a rotina de trabalho nem as aulas online fossem prejudicadas. É importante que cada um respeite e se adapte ao espaço do outro!

É uma questão de saúde mental saber quando parar

Sem a necessidade (e, para muitos, sem a possibilidade!) de sair de casa para trabalhar, muitas pessoas não estão conseguindo separar a vida pessoal e a vida profissional.

Nesse sentido, a Virgínia compartilhou dicas importantes que ajudarão a manter a produtividade durante o trabalho, mas também a reconhecer a hora de desconectar, relaxar e aproveitar o tempo com a nossa família.

Delimitar um espaço fixo de trabalho ajuda muito, assim como incluir alguns rituais que coloquem a nossa mente em sintonia com assuntos profissionais. Por exemplo: nada de trabalhar de pijama, com o computador apoiado no colo, em qualquer cômodo da casa…

Imediatamente, esses hábitos dificultam a nossa concentração e nos fazem procrastinar – ou seja, o trabalho se torna mais demorado e não sobra tempo para desfrutar da vida pessoal no fim do expediente.

Usar a disciplina para não sabotar seu próprio bem estar

Toda essa organização do espaço de trabalho e da rotina é importante para que a gente não se limite pelos nossos sabotadores internos.

Como mencionamos, trabalhar em casa sem disciplina e organização afeta a nossa produtividade e até a nossa autoestima.

Isso é sentido mais fortemente se, antes, a vida profissional significava se arrumar para sair todos os dias, encontrar com muitas pessoas ou alimentar a vida social com happy hours, por exemplo.

É por isso que atitudes simples como acordar um pouco mais cedo, organizar mentalmente as pendências e manter um ritual matinal já fazem diferença no rendimento do dia.

Uma nova relação entre líderes e colaboradores 

O home office, que já era uma realidade para alguns profissionais, tornou-se a única solução possível para diversas empresas que nunca tinham considerado essa possibilidade. Foi o momento de romper com pré-conceitos e buscar soluções de adaptação.

Da mesma forma, as mudanças também trouxeram situações diferentes para o próprio funcionamento da empresa, pois o home office, antes nem imaginado em algumas áreas, virou uma necessidade imediata.

Diante desse novo cenário, líderes e colaboradores têm construído uma relação mais próxima, que facilite a comunicação e o desenvolvimento do trabalho.


Ficou interessado pelo tema saúde mental? Assista o bate papo com a Virgínia na íntegra em nosso Instagram. É só clicar aqui!

Se você gosta desse assunto e deseja aprender mais sobre saúde mental, confira mais dicas de bem estar e felicidade que trouxemos aqui.

Esperamos muito que esteja gostando das pautas que trazemos para cá com todo o carinho.

Se tiver outras sugestões de tema que gostaria de ver por aqui, é só escrever para contato@sambapix.com.br. Vamos adorar receber a sua mensagem!


A House of Feelings quer nos ajudar a refletir sobre nossos sentimentos e a lidar com eles através de treinamentos e consultoria para Gestores de Pessoas. O objetivo é dar ferramentas para que desenvolvam uma estratégia mais acolhedora e humana.

You may also like